Franz Liszt



​Franz Liszt ( Raiding, Sopron 1881-Baireute 1886 (...) Contributo à conquista de inexploradas regiões do timbre e da técnica pianística  foram decerto fundamentais, mas não devem esquecer a genialidade das suas pesquisas no campo harmónico e formal.
Bookmark and Share
"

​Franz Liszt ( Raiding, Sopron 1881-Baireute 1886 (...) Contributo à conquista de inexploradas regiões do timbre e da técnica pianística  foram decerto fundamentais, mas não devem esquecer a genialidade das suas pesquisas no campo harmónico e formal. (...)



" Franz Liszt define a Música como expressão directa dos sentimentos

 A Música encarna o sentimento sem o forçar - ao invés do que sucede nas suas outras manifestações, na maioria das artes e em particular na da palavra - a contender e a conjugar-se com o pensamento. Se a Música tem uma mensagem sobre os outros meios através dos quais o homem pode reproduzir a sua alma, essa vantagem reside na sua suprema capacidade  capaz, no fundo tornar audível cada impulso interior sem o concurso da razão, tão restrita na diversidade das suas formas,  apenas capaz, no fundo de confirmar ou descrever as nossas emoções, e não das as comunicar na plena intensidade, pois para conseguir isto, ainda que só aproximativamente, é obrigada a recorrer a imagens e comparações. A Música, é a encarnada e inteligível do sentimento: capaz de ser apreendida como uma seta, como um raio, como um orvalho, como um espírito, e enche a nossa alma.

In Berlioz and «Harold» Symphony (1885), de Franz Liszt e Princese Caroline von Wittgenstein, tra in SR  "

Donald, J. Grout e Caude, V Palisca - História da Música Ocidental, Ed Gradiva, lisboa, 6 ª Ed, 2014 p.575