Lindberg

Enquanto isto, Lindy estava em Paris, onde recebeu a Legião de Honra. Sempre que aparecia nas ruas, era seguido por verdadeiras multidões, e, após uma demonstração de acrobacia sobre a cidade, voou para  Bruxelas, onde foi apresentado ao rei Alberto. «Conheci o meu primeiro rei», escreveu Lindy
Bookmark and Share
Quando as notícias do êxito do seu voo chegaram aos Estados Unidos, os jornais lançaram imediatamente edições especiais, que chegaram a ser distribuídas gratuitamente. E quando as imagens da vitória chegaram às telas dos cinemas, os espectadores aplaudiram fragorosamente, enquanto a multidão nas ruas espalhava a novidade. A família Lindberg foi então coberta de convites para escrever livros, testemunhar a favor de vários produtos cosméticos, e aparecer em toda a sorte de promoções comerciais e filantrópicas. Enquanto isto, Lindy estava em Paris, onde recebeu a Legião de Honra. Sempre que aparecia nas ruas, era seguido por verdadeiras multidões, e, após uma demonstração de acrobacia sobre a cidade, voou para  Bruxelas, onde foi apresentado ao rei Alberto. «Conheci o meu primeiro rei», escreveu Lindy (...) Sua próxima paragem foi no aeroporto de Croydon, onde uma recepção de 150000 admiradores o aguardava.
Em Londres conheceu seu segundo rei, que lhe perguntou sobre como se arrumara para satisfazer as suas necessidades fisiológicas durante o voo ... Enquanto isso, aumentava a impaciência dos americanos pelo retorno do seu herói. Havia 500000 cartas esperando por ele, 75000 telegramas e dois caminhões cheios de recortes de imprensa. Quando Lindy voltou ( …) os repórteres seguiam-no por toda a parte. Chegou-se a oferecer-lhe um milhão de dólares para que aparecesse num filme sobre a sua vida, e mais de um milhão de dólares pelo direito de exclusividade da filmagem do seu casamento - caso encontrasse a moça dos seus sonhos. A roupa que mandava para a lavandaria desaparecia, e seus cheques nunca chegavam a ser descontados, pois os coleccionadores disputavam-nos como lembranças. Escreveram-se milhares de canções e poemas a seu respeito, e o «New York Times» celebrou o Dia de Lindberg com 16 páginas extras com histórias e fotografias do vitorioso aviador ... »

(«Jornal do Século -1927» in «História do Século XX»)