Belenzada

Em Setembro de 1836, deflagrava em Lisboa um movimento revolucionário que aboliria a Carta Constitucional de 1826 e poria em vigor a Constituição de 1822.
Bookmark and Share
Este movimento, Setembrismo, representava uma viragem para a esquerda. Dois meses mais tarde, D. Maria II e o partido cartista, sob a protecção da esquadra inglesa fundeada no Tejo, levam a cabo um golpe de Estado contra-revolucionário que ficou conhecido como Belenzada. Os batalhões populares vieram para a rua e depois de uma noite de velada de armas, Passos Manuel foi chamado à presença da rainha e chegou-se a um acordo: convocação de Cortes Constituintes que reformariam a Constituição de 1822 e a Carta Constitucional. O golpe de Estado malo-grou-se parcialmente, mas a vitória da tendência revolucionária também não foi total.