Iberismo

Expressão que significa a tendência, de carácter político, a integrar Portugal num todo peninsular.
Bookmark and Share
Reveste-se de caracter politico e tem sido exposta tanto por Portugueses como por Espanhóis. Começa a ter relevo quando se faz sentir a tendência centrípeta de Castela do lado espanhol, raros são aqueles que sentem sem azedume a mutilação que nos representamos no todo geográfico da Peninsula; do lado nortuguês, é inegável que arrastana uma diminuição ou um risco da nossa autonomia pohtica. A dinastia de Avis nasce e morre sob o signo inquietante do iberismo, tendo praticado uma política peninsular de ligações que permitiu o acesso de Filipe II ao trono de Portugal O período do domimo filipino, teve efeitos opostos: para os Espanhois foi mais um argumento a favor da unificação ibérica; para os Portugueses ficou como uma expenencia mortal, humilhante, a não esquecer. A expansão ultramarina e a sua queda sob o dominio espanhol, são os dois factores capitais na consciencialização da nossa individualidade irredutivel. No século XIX recomeçam os ideais de umao com as invasões francesas. Fernandes Tomas, respondeu às propostas dos liberais espanhois, em termos negativos. Vários pensadores de feição socialista e republicana, desejavam a umdade peninsular. Contudo, a ideia acabou por ser posta de parte, para se pôr o problema em termos de reconhecimento de uma comunidade histórica e geográfica. Será a atitude de Oliveira Martins, de Moniz Barreto e, ja no seculo XX, de António Sardinha.