Reguengos

Os bens assim designados, cuja existência como realidade económica, social e política foi um fenómeno fundamental da sociedade portuguesa desde a Reconquista Cristã até às reformas do liberalismo, eram constituídos por domínios pertencentes ao rei
Bookmark and Share
A origem destes reguengos não é difícil de discernir, visto formarem-se pela ocupação dos territórios que se encontravam sob o domínio sarraceno. Os valores fixos e terras que os reis reservavam para si, constituíram esse imenso fundo dominial, donde saíam as doações, e deles saíram os amplos bens que constituíram a Casa do Infantado e as Casas das Rainhas.